18 fevereiro 2012

MEU FILHO TEM MEDO


Ultimamente venho observando meu pequeno Zoé e noto que praticamente ele tem medo de tudo. Medo de avião, medo de máscaras, medo de chuva forte, medo de qualquer barulho, medo de tomar banho com porta fechada,medo de sair ( quanto a esse está melhorando aos poucos), procuro não focar em seus medos, nem aumentar seus medos mas me preocupo, quanto aos medos.Medo do medo de tudo!
Será normal uma criança de 3 anos recém completados ter medo de tudo??
Ontem ele acordou chorando falando que não queria ir para casa da vovó( minha mãe) pois tinha um gorila morando lá rsrsrs, eu e marido tentamos acalmá-lo e explicamos que não existia nenhum gorila morando na casa da vovó.Detalhe a casa de minha mãe tem muito verde, logo sua imaginação super fértil aflorou e ele logo associou gorila+ floresta+ casa da vó.
Ás vezes tento não me apavorar com a situação nem a intensidade dela, procuro conversar com ele e mostrar que tudo não passa da imaginação de sua cabecinha, mas muitas delas fico sem saber lidar.Ele é super diferente dos irmãos todos os outros super independentes até o caçulinha, mas ele não.Outra situação foi na praia, sempre que vamos ele nunca entra, por que diz que um tubarão vai pegá-lo rsrsrs (eu também tenho essa sensação), morro de pena em ver todos brincando na água e ele na areia junto comigo por ter pavor de entrar.
Enfim sei que preciso procurar uma ajuda, pois preciso entender esse lado do medo de meu filho e  como eu faço para ajudá-lo a superar.Em minhas busca na net achei esse site com ótimas dicas baby center  e espero que também possa está ajudando a vocês, que passam ou podem passar por essa fase dos medos.
Deixo aberto para opiniões e trocas!



18 comentários:

Ana Beth Lima disse...

olá querida, muitas crianças desenvolvem medos por volta dessa idade mesmo, eu não sou especialista falo como mãe. O importante é vc conversar com ela sobre os medos dela e mostrar a ela que vc a compreende e sem menosprezar o medo , mostrar que não precisa ter medo e que vc sempre estará com ela, aos poucos ela perderá os medos, e criará um çaço de confiança. funcionou comigo. se estrapolar e nada funcionar, acredito que só ajuda de um profissional mesmo. bjs

CRIATIVIDADE EVA disse...

Oi Vany, lembrei do meu filho nesta idade, hoje ele tem 7 anos. Ele tinha um medo de barulho alto, dizia que o coração acelerava... depois vimos que a trepidação do som muito alto, incomodava ele mesmo... não queria ir à escola pois dizia que tinha um monstro lá.... e a escola super linda, a professora adorava ele, às vezes ele se desesperava na porta da escola, gritava e não entrava por nada.... Dai uma prima que é psicóloga me passou umas dicas que foram infalíveis.... Ela me ensinou (facilitou pois moramos no litoral) pegar um punhadinho de areia, sem ele ver, e dizer que é um pozinho mágico, daí aonde a gente colocar uma pitadinha os monstros não poderiam entrar e que eles morreriam só de sentir o cheirinho do pozinho.... Dai que no início a gente jogava pozinho pela casa, pela escola..... o tempo foi passando e hoje ele perdeu os medos.... Quando for à praia diz pro seu filho qe o salva vida tb é um matador de tubarão, pois se o tubarão aparecer logo vai ser capturado. Vai inventando historinhas que eles acreditam e com o tempo eles vão aprendendo....
Quando tiver trovão diz que o São Pedro tá mudando os móveis de lugar, arrastando cadeiras e mesas.... assim vc vai criando historinhas divertidas. Alguns medos podem ter fundamento, como medo de tomar banho com a porta fechada, procure saber se já aconteceu alguma coisa com ele ou pessoas próximas, ou mesmo de ter visto um programa de televisão e "fixou" aquilo na cabecinha dele. Veja se não tem alguém fazendo "medo" nele, tipo babá, empregada, amiguinhos, etc..... O negócio é ele ter vc como confidente, conta uns segredinhos pra ele e diz que ele é seu amigão, dai pede um segredo em troca.... dai ele começa a te contar os segredinhos, passa a confiar mais em vc..... Olha, sou mão de primeira viagem, tudo pra mim é novidade, mas leio muito a respeito e converso com pessoas... isso é que aconteceu comigo e passou a dar certo. Quem sabe não dá com vc tb? rsrsrsr Beijos e Boa sorte com o pequeno Zoé ai. Bjs Ju Porto Gusman
CRIATIVIDADE EVA

Amanda Alvarenga disse...

Q lindo o seu blog,muito bom!!
Qdo puder dá uma passadinha la no meu tbm,diz o q achou e se gostar me segue ta bom?!

poquimdemim.blogspot.com

Jô Cavalcante disse...

oi Vany, quando Sarinha era pequena, minha sogra tinha um cuidado exagerado com ela, de tal forma que não tomava água gelada e não podia ir pra o sereno da noite; qualquer coisa ela dizia que Sara ia ficar doente. De tanto ouvir: "olhe o sereno!" "Saia do sereno!"Ela começou a ter medo do tal "sereno" e passou vários anos assim, quando ela ouvia as benditas frases, saia correndo assustada e chorando pensando que era algo que ia pegá-la. O tempo passou e ela deixou de ter medo do dito cujo. Dá tempo ao tempo, vai ver alguém está fazendo medo a ele e está guardando tudo no seu subconsciente, com o tempo ele vai perceber que são coisas bobas e o melhor é ele saber que quando ele precisar você vai estar sempre por perto para o abraçar.
Saudades, Jô

Deusa disse...

Oi linda

Mas isso e tão normal...medo de foguete,medo de tubarão na água(Maitê so vai até a pontinha,com medo e eu nem na pontinha,sei lá o que tem no mar...kkkkkk.Maitê sempre teve medo de escuro...medo de foguete,não gosta de sequer cumprimentar gente estranha,anoiteceu...já gruda em mim.Medo da piscina porque lá tem um Polvo.A maioria dos medos vem da personalidade sensivel da criança,cada um tem uma personalidade diferente,vem dos desenhos da TV que hoje são assustadores,cheios de monstros e isso para a criança desta idade existe mesmo.Maitê tem horror do Papai Noel,e ainda ouvem os irmãozinhos brincando que estão matando os monstros(desenhos que assistem)e como se espelham neles(os irmãos)...pronto.Crianças vivem no mundo da fantasia,algo nestes desenhos deve ter deixado ele inseguro,mais nada....
Agora me lembrei que quando eramos pequenos,minha mãe estudava,fazia faculdade e meu pai trabalhava até a noite,tinhamos uma empregada que morava em casa...assim que passava o horário do almoço e minha mãe saia,ela nos colocava para brincar na garagem,o dia todo...não podiamos entrar em casa,ela trazia um lanche e ficavamos ali,na garagem,onde tinha um jardim,me lembro bem que quando queriamos entrar ela dizia que dentro da casa tinha um sapo grande...pronto...eu não entrava de jeito nenhum,so com minha mãe e aos berros com medo do sapo,chorava,grudava na minha mãe,um dia depois que ela saiu minha mãe me pegou para conversar com minha tia junto e eu finalmente contei do tal sapo e que não podia contar porque ele me comia...isso ai amiga....nem preciso dizer que isso deu um problemão,minha mãe quase matou a empregada e até trancou a faculdade para ficar conosco.Sensibilidade,medo de tudo,pode estar ligado a escolinha(professoras)baba,ou apenas aos desenhos mesmo.
Bjs
Deusa
vasinhos coloridos

Deusa disse...

Puxe no Google sobre MEDOS DA CRIANÇA NESTE FASE...OLHA ISTO

A partir dos dois anos, é frequente a criança começar a ter medo de ser abandonada pelos pais e, consequentemente, de qualquer separação que possa ocorrer. É igualmente nesta fase que se verifica um aumento do medo dos animais, que costuma perdurar até por volta dos quatro anos.

A imaginação assume um papel preponderante nos medos das crianças e é, com o aproximar dos três anos (altura em que a imaginação se torna mais rica e atinge um maior grau de desenvolvimento) que é potenciado o surgimento do medo do escuro, dos monstros, fantasmas, ladrões, entre outros. Este é um dos medos mais comuns entre as crianças, sendo transversal a várias culturas e civilizações. Geralmente surge entre o terceiro e o sexto ano de vida da criança, e é habitualmente ultrapassado até à entrada para a escola. Ocorre com especial incidência na hora de dormir, momento em que a criança se sente “desprotegida”, pois confronta-se com a separação física dos pais, bem como com a segurança que esta presença lhe oferece.
Amiga fique tranquila...espero ter ajudado um pouquinho.
Deusa
vasinhos coloridos

Vanessa Artes Manuais disse...

Lidar com os medos das crianças é meio complicado mesmo.Minha filha mais velha não tinha medo de nada, se via uma barata corria para matar,bate-bola no carnaval ela dava língua, altura ela queria "voar" pra gente segurar ela, médico ela ia rindo, dentista até hoje é uma festa e tirar sangue ela tirava sentadinha no meu colo sem nem se mexer, isso tudo por volta de 1 ano de idade dois. Os médicos diziam que eu devia ter muito cuidado com ela, pois por não ter medo de nada ela não sabia o limite entre a diversão e o perigo.
A mais nova tem medo de tudo, até de falar quando tem mais de 2 pessoas perto dela, ela gagueja fica nervosa e ansiosa demais, eu falo pra ela não ter medo que eu estou por perto e que ela tem que ser corajosa , forte.Nem sempre adianta mas as vezes resolve temporariamente.
Beijos e até breve!

Mari Rodrigues disse...

Tiago também está nessa fase, tem medo do avião, do carro que vende gás... Acho que é assim mesmo. Ah! Obrigada por compartilhar o vídeo, ele está no meu colo assistindo, ele ADOOORA!
Bom carnaval!
Bjos, Mari.

Carol disse...

Os medos que eu tinha quando criança tiveram que ser superados por mim, já que não podia falar deles para não ser ridicularizada. Como sofri, viu? Ficou marcado.
Acho que deve procurar uma ajuda psicológica para poder ajudar seu filhote a ter uma vida mais tranquila. Aos poucos ele vai perder vários de seus medos.
Beijos

Josiana Leite disse...

Neste mês na Revista crescer uma matéria super interessante falando sobre isso como nós pais podemos ajudar nossos filhos terem mais auto confiança e lidarem melhor com medo, bom que está atenta para isso, assim pode ajuda-lo a lidar com os medos, um grande abraço.

BRECHOZINHO DA MEL( HANNALU) disse...

Essa idade acontece isso , a criança vai descobrindo o mundo e o quanto le é grande e cheio de mistérios, o medo é normal, ams acho q procurar ajuda para entender isso é muito válido.
bjks
http://meumundorosamel.blogspot.com/

Deusa disse...

Sabe que eu não vou aos Blogs com frequencia,correria mesmo,mas quando leio algo relacionado a criança,eu vou na hora...como eu disse e copiei do Google,3 anos e a idade da fantasia...incrivel,para eles e verdade mesmo.Mas minha filha já esta com 6 anos,hoje ri muito e me lembrei de você...Maitê fez da minha salinha de visitas seu reduto,seu parque de diversões...kkkkk...como só tenho ela e estou longe da familia toda,eu deixo...ela e muito engraçada,agorinha depois de transformar a sala em uma bagunça,desligou a TV,a luz e veio que nem um raiozinho correndo e gritando...kkkkk...:
-Mamãeeeeeeeeeeeeeeee o monstro do sofa quer me pegar...
O monstro do sofá? Mas este eu não conhecia...kkkkk
Fui lá ecom ela grudada em mim,olhei e nada do sofá se mexer,(e o medo,a noite ate eu tenho medo do sofa...kkkkk)dai GRAÇAS A DEUS não tinha nada e ela me disse
-No ScoobY Doo o sofa vira monstro e come as crianças...
Ai...ai...amiga,se prepare,crianças sensiveis deixam a gente doidinha...kkkk
Deusa
vasinhos coloridos

Luana Pagung disse...

Olá Vany {:
É normal nessa idade ter medo de coisas completamente imaginativas, a fase em que a criança começa a ter uma compreensão maior do seu meio, então o que não consegue entender de forma "adulta" (como os adultos explicam) ela imagina, explica a sua maneira e por isso, tem receio de monstros e afins. Mas é realmente importante você procurar um especialista (um psicólogo na área infantil seria perfeito!) para que você saiba lidar melhor com a situação e amenizar o medo do pequeno Zoé, evitar problemas futuros e tudo mais.

Boa sorte, espero que dê tudo certo e seu pequeno fique bem. Aliás, obrigada por ter me respondido, fiquei encantada com o nome e historia das suas crianças, muito lindo.

Neli Rodrigues disse...

Vany, se vc ver que esse medo se prolonga, procure ajuda de um psicólogo, senão a infância dele irá passar sem que ele tenha aproveitado, fique sempre de olho.
Bjs♥

Chris Ferreira disse...

OI Vany, as minhas filhas passaram pela fase dos medos e eu usei uns livros sobre medo, contei muita história. Mas se o medo está exagerado, talvez seja bom conversar com um profissional ou até o próprio pediatra.
Vou ver o site que você indicou.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Zizisantos disse...

Crianças costumam ter seus medos. Cabe aos pais observar com que frequência e onde isso acontece. Já perguntou para ele, onde ele viu o gorila lá na casa da vovó? Nós costumamos a imaginar e a responder por eles. Algumas crianças são super sensíveis aos ruídos, aos sons, as sombras, ao escurecer. É importante observá-los, sem causar ansiedade.
Observar o que Zoe assiste na tv, e a qual tipo de filme ele vê, também é necessário.
Ainda bem que você é atenta, e logo Zoe, vai se livrar do medo. Verá!
bjo

rose japan disse...

Ola vany fiqueitao feliz e desculpa acabei lendo todos osncomentarios , fiquei feliz pois vi maes preocupadas em te ajudar...de alguma forma....

E faco de todas as minhas palavras tbm...me emocionei pois vejo pessoas otimas e boas nesse mundo virtual, e sensiveis a preocupacao de outros...

Bjinhos vany,
Rose jp

Beatriz! disse...

Vany, do fundo do meu coração espero que ele tenha diminuido o medo, caso contrário lhe indico uma psicóloga. Pois juntas vocês poderão descobrir o que realmente faz seu filho ter essa atitude. Espera muito não. Bjokas...da Bia!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...