22 junho 2011

ALERTAS TERAPÊUTICOS



O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A dor de garganta entope quando não é possivel comunicar as aflições.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O diabetes invade quando a solidão dói.
O corpo engorda quando a  insatisfação aperta.
A dor de cabeça deprime quando as dúvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
O peito aperta quando o orgulho escraviza.
O coração enfarta quando chega a ingratidão.
A pressão sobe quando o medo aprisiona.
As neuroses paralisam quando a "criança interna" tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as froteiras da imunidade.
O plantio é livre, a colheita, obrigátoria... preste atenção no que você esta plantando, pois será a mesma coisa que irá colher!!

Este alerta está colocado na porta de um espaço terapêutico.


DEVEMOS PENSAR BEM ANTES DE TOMARMOS ALGUMA ATITUDE.NOSSOS ATOS TEM CONSEQUÊNCIAS!!

5 comentários:

Celena disse...

Obrigada querida pelo carinho da visita, tenha um otimo feriado...bjoca.

martinha disse...

Olá tudo joinha?? Parabéns pela escolha do texto é a pura realidade, beijo e té+:-)

Alessandra Cerqueira disse...

Este texto está corretíssimo!
Tenho atitudes passadas que não me orgulho mas também tenho outras que hoje me fazem um ser humano mais feliz!
Como diz Chico Xavier : "Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim"
Bjs
Ale

Tatá disse...

Eu concordo com o texto. Nossas enfermidades muitas vezes são reflexo de nossas ações.

Bjus

ideiasdazizi disse...

Vany, agradeço pela visita ao meu blog e fico contente que a mensagem sobre reciclados tenha efeito! tudo é aproveitável. Quanto ao texto é tudo verdade. Sou gordinha e confesso: reclamo de muita coisa, rsrsrs
bjs e tenha um ótimo feriado
Zizi

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...